OS transportes semi-colectivos de passageiros da rota Costa do Sol–Zimpeto, no Município do Maputo, paralisaram as operações, esta manhã, na sequência da redução da tarifa de 12,00 para 9,00 meticais.

O que preocupa os transportadores é que desde 2013 que operam nesta rota, os preços variam entre sete, nove e doze meticais, sendo que a redução do valor da tarifa não é viável para as operações, segundo disse Hermenegildo, membro da ATBAN, associação que opera na zona.

Ele explicou que a vereação dos transportes impõe a redução da tarifa, alegando ter cometido uma falha na aplicação da mesma, pois dentro da autarquia os preços praticados variam de sete a nove meticais.

Segundo a fonte, esta tarifa não é viável para os operadores com viaturas de 15 lugares, por isso há necessidade de reunir com a vereação para encontrar uma saída, mas neste momento os operadores não estão a trabalhar.

Nesta rota a circulação de pessoas e bens está sendo garantida, hoje, pelos autocarros da empresa municipal de transportes de passageiros, EMTPM.

Jornal Notícias