carregando...

A inspecção Nacional das Actividades Económicas encerrou 15 estabelecimentos de restauração em todo o país, de um total de 378 inspeccionados na última terça-feira.

Entre as causas que ditaram o seu encerramento constam a falta de água corrente e condições inapropriadas para os trabalhadores.

A iniciativa, realizada durante um dia, é resultado de uma cooperação entre a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa-CPLP, que em Moçambique envolveu 50 brigadas e um total de 172 inspectores. Deste trabalho foram encerrados os estabelecimentos de restauração, cinco dos quais só na capital do país.

Foram identificados na mesma ocasião cerca de trinta estabelecimentos com produtos fora do prazo orçados em 60 mil meticais.

A Inspecção Nacional das Actividades Económicas fez saber ainda há cinco processos abertos na Procuradoria, envolvendo agentes económicos reincidentes que aguardam pela sua tramitação.

O País

COMENTE PELO FACEBOOK