Automóvel acelerou sobre pessoas que se encontravam em Times Square. Pelo menos um morto e vários feridos. Condutor foi detido.

Um automóvel acelerou esta quinta-feira sobre a multidão que se encontrava em Times Square, Nova Iorque. As autoridades confirmaram à agência Associated Press (AP) que 22 pessoas ficaram feridas e uma perdeu a vida. O condutor foi retirado do veículo por agentes da polícia.

Segundo fonte policial, citada pela agência Reuters, não deverá tratar-se de um ato terrorista. O condutor, que terá 26 anos e vive no Bronx, tem um historial de condução sob o efeito de álcool e já foi detido duas vezes por conduzir embriagado. Terá perdido o controlo do veículo e já foi submetido a testes de alcoolemia, avança a AP. A AFP cita o mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, revelando que o motorista tinha pertencido à Marinha norte-americana e tem cadastro.

O incidente sucedeu na esquina da Broadway com a 45.ª rua, um local habitualmente frequentado por nova-iorquinos e turistas. Ao DN, Jorge Soares, um português que estava em Times Square no momento do atropelamento, conta que se viveram momentos de muita confusão. “Começo a ver muita confusão e de um momento para o outro muitas sirenes, muita polícia, ruas a serem cortadas“.

Em Nova Iorque em trabalho, diz que só percebeu o que tinha acontecido quando começou a receber chamadas de familiares e amigos. “Tinha partilhado uma imagem de Times Square nas redes sociais momentos antes e portanto estavam muito preocupados“, explica.

Algumas pessoas foram tratadas no passeio enquanto outras foram levadas de maca para ambulâncias. Os bombeiros de Nova Iorque revelaram no Twitter que 13 pessoas foram assistidas no local.

DN

Advertisements

COMENTE PELO FACEBOOK