A notícia veiculada online, no dia 11 de Abril, supõe que, no dia 10 de Abril de 2016, 54 homens, apoiantes de Dilma Roussef, actual presidente do Brasil, violaram uma cidadã opositora, Bianca Buzatto Cesarini de 26 anos de idade.

Fotografia utilizada para publicar a informação.
Fotografia utilizada para publicar a informação.

Este assunto foi amplamente divulgado através de partilhas e posts nos medias online brasileiros. Tanto furor e nenhuma menção nos maiores jornais brasileiros causou cepticismo em algumas pessoas que aprofundaram o assunto.

As dúvidas surgiram por causa da actual crise política brasileira, e qualquer informação relacionada ao governo de Dilma pode influenciar a queda.

Para os cépticos tudo foi uma farsa, pois não há evidências convincentes do sucedido. Primeiro: é desconhecida a mulher com esse nome, ou seja, ela não foi encontrada em nenhum site e outros motores de busca; segundo: a foto utilizada para sustentar a notícia foi captada em Fevereiro de 2015; e, por último, a manifestação aconteceu em Março de 2016, um mês antes do suposto dia de estupro.

E-FARSA