O porta-voz do comando da Polícia da cidade de Maputo, Orlando Mudumane, disse que dois agentes da Polícia que se dedicavam ao roubo com recurso a arma de fogo, estão detidos desde a semana passada.

Não foi revelada a identidade nem as unidades policiais em que os agentes estavam afectos. Mas sabe-se que, nos últimos tempos, alguns agentes da Polícia têm-se associado ao mundo de crime.

Mudumane, que falava ontem á imprensa, classificou os dois agentes detidos como “infiltrados na Polícia”. Disse que eles colaboravam com um grupo de malfeitores que se dedicava à prática de vários crimes.

“Os infiltrados usavam capa da instituição para se envolver em actos criminais com os seus comparsas”, disse Mudumane.

Viaturas roubadas e banco assaltado

 Segundo Mudumane, a semana finda em termo de casos criminais, registou uma ligeira subida na cidade de Maputo.

No total, foram registados sete casos de crimes relevantes. Seis foram acções de roubo de viaturas, que foram perpetradas por indivíduos desconhecidos, munidos de pistola, que ameaçaram as suas vítimas e lhes arrancaram as viaturas na via pública.

Das seis viaturas roubadas, três são da marca “Toyota Allex”, duas da marca “Toyota Prado” e uma da marca “Hyundai”. Foram roubadas em diversos pontos da cidade de Maputo. Até ao momento, três delas já foram recuperadas.

Outro caso foi de roubo ao Millenium Bim da Av. Eduardo Mondlane, onde indivíduos bandidos munidos com armas de fogo e fazendo-se passar por clientes sabotaram as câmaras de vigilância, ameaçaram os clientes e roubaram dinheiro. O valor não foi revelado.

Acidentes

No período em referência, a cidade de Maputo registou 16 acidentes de viação, que resultaram em quatro mortos, 11 feridos graves e seis ligeiros.
Foram fiscalizadas 1667 viaturas e foram apreendidas 37 por apresentarem diversas irregularidades.