Seis caçadores furtivos foram neutralizados pelas autoridades policiais na madrugada de domingo no Posto Administrativo de Mapulanguene, no Distrito de Magude, Província de Maputo.

O grupo foi posto fora de acção quando se preparava para invadir o National Kurger Park, na vizinha África do Sul, para abater rinocerontes e deles extrair os cornos.

Armando Mude, Comandante Distrital da PRM em Magude, que confirmou o facto ao nosso Jornal, adiantou que da operação policial resultou ainda na apreensão de uma arma de marca Magnnum, calibre 458, com sete munições, típica para o abate de animais de grande porte. Igualmente, foi apreendida a viatura na qual os furtivos se faziam transportar na linha fronteiriça do Kruger Park, limite entre os distritos de Magude e Massingir, este último em Gaza.

Mude explicou que os seis caçadores furtivos, que já confessaram a sua participação neste tipo de actividade ilegal há bastante tempo, foram neutralizados pela brigada móvel da polícia criada para combater os caçadores furtivos. Esta unidade integra ainda agentes de segurança privada de algumas estâncias turísticas implantadas no distrito.

Os seis caçadores furtivos detidos apontaram um agente da Guarda Fronteira como sendo o proprietário da arma. Interrogado pelos colegas, o referido polícia indicou um antigo combatente como sendo o dono do engenho.