Segundo informações colhidas do próprio magistrado, uma vez apresentado o relatório das investigações, deixará o caso para um colega que irá representar o Ministério Público nas sessões de julgamento a terem lugar no Tribunal Supremo da África do Sul, em Pretória.

Ainda no dia 26 de Julho, o Tribunal de Benoni, através do juiz Samuel Makumu, irá anunciar oficialmente a data do início do julgamento dos polícias implicados na morte do taxista moçambicano.

Para José Nascimento, advogado da família Macia, o trabalho até aqui realizado pelo procurador December Mtimunye é de extrema qualidade e inquestionável, uma vez que conseguiu provar o envolvimento dos nove polícias na morte de Mido Macia.

Investigador deixa “Caso Mido Macia”

Igualmente, segundo Nascimento, Mtimunye fez um trabalho brilhante ao conseguir convencer os Tribunais de Benoni e Supremo a recusarem os pedidos dos advogados dos acusados para que estes aguardarem julgamento em liberdade condicional.

Na sua despedida, o procurador December Mtimunye irá apresentar o relatório da perícia que no mês passado foi adiado por estar incompleto para além de anunciar a data do início de julgamento no Tribunal Supremo.

Noticias