“Sem doações, a igreja Mundial do poder de Deus fica em apuros”
O vice-presidente da Igreja mundial do Poder de Deus diz que a igreja que dirige não está envolvida em negócios da fé. O mesmo deu a conhecer que a principal fonte de sobrevivência daquela congregação que dirige são as doações feitas pelos crentes.

Este pronunciamento foi tornado público ontem, durante o Primeiro Jornal da STV, onde o vice-presidente, pastor Eli, desdramatizou às recentes palavras proferidas por alguns pastores, segundo as quais, a igreja exigia metas. “Eu não tenho metas. Que os pastores em causa expliquem de onde vem essa palavra”, disse o vice-presidente da igreja Mundial do poder de Deus.

O pastor Eli garantiu ainda que a principal fonte das receitas são as doações dos crentes. “quando ficamos sem doações, a igreja fica em apuros e vai locomovendo-se na medida do possível. A igreja sobrevive de ajuda de Deus”, salientou.

No que concerne ao salário em atraso dos pastores, o pastor Eli diz que a igreja já providenciou dinheiro, mas os visados nunca compareceram para recebê-lo.