Curiosas Tatuagens podem aumentar risco de cancro, revela estudo sueco

Tatuagens podem aumentar risco de cancro, revela estudo sueco

Receba vagas no seu WhatsApp

Siga o nosso canal do WhatsApp para receber vagas no status do WhatsApp.

Clique aqui para seguir

Um estudo conduzido pela Universidade de Lund, na Suécia, revelou que pessoas com tatuagens têm uma probabilidade maior de desenvolver cancro devido aos produtos químicos presentes na tinta utilizada.

O relatório aponta que indivíduos tatuados apresentam um risco 21% mais elevado de desenvolver linfoma, um tipo de cancro que afecta os glóbulos brancos, em comparação com aqueles que não têm tatuagens, segundo informações do Daily Mail.

Christel Nielsen, investigadora da Universidade de Lund, explicou que, após considerar outros factores como tabagismo e idade, o estudo constatou que o risco de desenvolver linfoma era significativamente maior entre os indivíduos tatuados.

A suspeita reside na composição da tinta utilizada para tatuar. Devido à presença de produtos químicos, ela pode ser interpretada pelo corpo como uma substância estranha, desencadeando uma resposta do sistema imunológico que resulta numa inflamação de baixo grau. Esta inflamação crónica pode, por sua vez, aumentar o risco de desenvolver cancros.

Ganhe 1000MT hoje no Aviator. Comece com 10MT.