Destaque Milhares de pessoas fogem de incêndio no leste do Canadá

Milhares de pessoas fogem de incêndio no leste do Canadá

Receba vagas no seu WhatsApp

Siga o nosso canal do WhatsApp para receber vagas no status do WhatsApp.

Clique aqui para seguir

Mais de 16.000 pessoas foram forçadas a sair de casa na Nova Escócia, no leste do Canadá, depois de um dos muitos incêndios que assolam o país ameaçar a cidade de Halifax, informaram as autoridades.

O incêndio, ainda não circunscrito, no noroeste da cidade, não avançou mais desde que o estado de emergência foi declarado na noite de domingo, deixando os moradores das redondezas em alerta, prontos para abandonar as casas em qualquer momento.

“Nós realmente pensámos que íamos morrer”, disse à rádio pública CBC Marian e Peter Gillespie, um casal que ficou preso nas chamas, com “cinzas e faíscas caindo sobre o carro” enquanto fugiam do fogo.

“Foi surreal conduzir no meio de veículos e casas em chamas”, disse um bombeiro voluntário à Radio-Canada.

Os canais de televisão transmitem imagens de colunas de fumo e casas e viaturas reduzidas a cinzas, mas sem feridos a registar.

O primeiro-ministro da Nova Escócia, Tim Houston, descreveu uma província “sob tensão”, enquanto o autarca de Halifax, Mike Savage, falou de um incêndio “sem precedentes”.

“Não alargamos o perímetro [da zona de evacuação] desde ontem, o que dá esperanças de que a situação possa ter estabilizado”, acrescentou em conferência de imprensa, sublinhando que “continua perigoso”.

Na segunda-feira, registavam-se incêndios florestais em oito das treze províncias e territórios do Canadá.

Nos últimos anos, o oeste do Canadá tem sido repetidamente atingido por eventos climáticos extremos, cuja intensidade e frequência aumentaram com o aquecimento global.

Ganhe 1000MT hoje no Aviator. Comece com 10MT.