Desporto Marrocos e Espanha discutem hoje apuramento aos “quartos”

Marrocos e Espanha discutem hoje apuramento aos “quartos”

As selecções de Marrocos e de Espanha protagonizam, hoje, às 17h00, no Estádio da Cidade de Educação, em Ar-Rayyan, o jogo de destaque dos oitavos-de-final da 22ª edição do Campeonato do Mundo de Futebol do Qatar.

Depois do brilharete na fase de grupos, com saldo de duas vitórias e um empate, a selecção marroquina chega a este desafio sem qualquer percalço e determinada em garantir uma vaga nos quartos-de-final da competição.

Liderado tecnicamente por Walid Regragui, o combinado marroquino tornou-se na primeira selecção africana a terminar à fase regular na liderança de um Campeonato do Mundo.

Integrada no Grupo F, Marrocos surpreenderam tudo e todos, ao vencer a Bélgica (2-0), Canadá (2-1) e empate sem golos com a Croácia, totalizando sete pontos.Marcaram quatro golos e consentiram um.

O desempenho dos comandados de Walid Regragui enchem de orgulho os amantes de futebol no continente berço da humanidade.

Já a Espanha teve um desempenho razoável, no Grupo E, em três encontros, venceu a Costa Rica (7-0), empatou com a Alemanha (1-1) e perdeu para o Japão (2-1), ficando em segundo lugar do agrupamento, com quatro pontos. Marcou nove golos e sofreu três.

No quarto jogo do Campeonato do Mundo, frente à similar de Espanha, Marrocos ambicionam o apuramento aos “quartos”, mas têm consciência das dificuldades que irão, seguramente, encontrar diante da selecção “La Roja”.

Quer Marrocos como a Espanha jogam uma cartada decisiva, pois, está em jogo à passagem aos quartos-de-final do torneio, pelo que se espera um duelo “electrizante” do primeiro ao último minuto.

Atendendo à experiência acumulada em campeonatos do mundo, os espanhóis orientados, tecnicamente por Luís Enrique, têm 60 por cento de possibilidades de vencer, enquanto os Marrocos dispõem de 15 por cento, sendo que os restantes 25 por cento são probabilidades de terminarem o desafio empatados.

Por se tratar de um jogo a eliminar, Marrocos e Espanha pretendem resolver a eliminatória durante os 90 minutos, para se evitar que o desafio seja decidido no prolongamento, bem como na marcação das grandes penalidades.

Os espanhóis já digeriram a derrota com o Japão, por 2-1, e viram agora os holofotes para o embate desta tarde, onde sabem que estão proibidos de falharem, sob pena de serem afastados da competição.

Na fase do”mata-mata”, as selecções sabem que um mínimo erro será fatal, para aquilo que são os seus intentos no mundial. Marrocos e Espanha já se defrontaram em três ocasiões, sendo que os espanhóis ganharam dois e empataram outro.

O técnico Luís Enrique pode alinhar o seguinte “onze”:  Unai Simón, Azpilicueta, Rodri, Laporte, Jordi Alba, Busquets, Pedri, Gavi, Asensio, Ferrán Torres e Morata.

A Selecção Marroquina pode  jogar com Bounou, Attiat-Allah, Aguerd, Hakimi, Jabrane, Ounahi, Ziyech, Saiss; Boufal, En Nesyri, e Amallah.