Sociedade Dois detidos na posse de mais de 100 bilhetes de identidade

Dois detidos na posse de mais de 100 bilhetes de identidade

Dois homens encontram-se detidos em Chitima, província de Tete, na posse ilegal de 119 bilhetes de identidade. Em conexão com o caso, um funcionário da Direcção Nacional de Identificação Civil está a ser investigado pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal, SERNIC.

O O País escreve que a Direcção Nacional de Identificação Civil confirmou, na sexta-feira, através de um comunicado, a detenção de dois moçambicanos na posse de 119 bilhetes de identidade. Foi ainda revelado que os documentos são provenientes dos distritos de Chifunde, Angónia, Tsangano e Cahora Bassa, na província de Tete.

Em entrevista ao nosso matutino, a porta-voz da DNIC avançou que os dois indivíduos detidos no dia 21 de Novembro corrente foram transferidos para a cadeia civil de Tete.

“Os dois indivíduos encontram-se na cadeia Civil de Tete, à espera do procedimento criminal, para se apurarem as razões de portar os documentos, como os adquiriram e para que fim”, avançou a porta-voz.

Segundo Gilda Lameque, os cidadãos ora detidos usavam os documentos para o registo de cartões de celulares. Fora os detidos, há suspeitas de envolvimento de funcionários da Direcção de Identificação Civil.

“Em conexão, temos um colega que está a ser investigado, para se saber do seu nível de envolvimento no caso”, referiu Lameque, tendo acrescentado que a instituição tem sido contundente com o envolvimento de quaisquer funcionários em actos de corrupção ou tentativa de falsificação de documentos.

“Em articulação com o Serviço Nacional de Investigação Criminal, está a decorrer um expediente visando o esclarecimento do caso para a devida responsabilização criminal e disciplinar dos potenciais implicados”, disse.

Uma fonte ligada ao SERNIC avançou que o processo já se encontra em andamento no Gabinete Provincial de Combate à Corrupção, em Tete.