Início Internacional Mulher de embaixador assediou moralmente trabalhadores guineenses

Mulher de embaixador assediou moralmente trabalhadores guineenses

Em causa estão comportamentos e ofensas de teor racistas da parte da mulher do embaixador, que assediava moralmente os trabalhadores guineenses.

O embaixador do Brasil na Guiné-Bissau, Fábio Franco, deverá deixar este posto após uma investigação oficial ter revelado interferência da mulher em assuntos diplomáticos.

O jornal indica que a investigação do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) terá concluído que Shirley Carvalhêdo Franco “interferia nas atividades da representação diplomática, mesmo sem ter vínculo formal” com o ministério.

FONTECM
Artigo anteriorIdosa de 105 anos bateu recorde nos 100 metros rasos nos EUA
Próximo artigoVagas de emprego do dia 13 de Novembro de 2021