Início Destaque Embaixadas dos EUA e Rússia entraram em conflito sobre funcionários permitidos

Embaixadas dos EUA e Rússia entraram em conflito sobre funcionários permitidos

Os Estados Unidos e a Rússia entraram em confronto na segunda-feira (02) sobre os quadros de funcionários permitidos em suas respectivas embaixadas, apesar das negociações recentes que visam trazer mais estabilidade a um relacionamento conturbado.

Em uma entrevista, o embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, condenou o que chamou de “expulsões” de diplomatas de Moscou, dizendo que os Estados Unidos se tornaram “persistentes e criativos” nessa questão ao limitar apenas os russos a vistos de três anos.

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, descreveu as declarações do embaixador como “imprecisas”, dizendo que os russos sabiam que seus vistos expirariam após três anos e que poderiam solicitar prorrogações.

Mas reiterou uma reclamação de Washington de que Moscou forçou a demissão de quase 200 funcionários em suas missões diplomáticas na Rússia no domingo devido a uma nova proibição de contratação de russos ou de profissionais de terceiros países.

O governo do presidente Joe Biden expulsou em 15 de abril 10 diplomatas de Moscou, ampliou as restrições aos bancos russos e colocou na lista negra 32 cidadãos russos por interferência do Kremlin nas eleições americanas, um ataque cibernético massivo e outras atividades hostis.

FONTEISTOÉ
Artigo anteriorPR efectuou visita de trabalho a Tete
Próximo artigoDirector de ONG bielorrussa foi encontrado enforcado num parque na Ucrânia