Moçambique vai receber até ao fim deste mês de Fevereiro, o seu primeiro lote de vacinas contra a covid-19, destinado preferencialmente aos profissionais de Saúde, por ser o grupo mais exposto à doença.

As vacinas chegam ao país através da plataforma Covax, de que Moçambique faz parte.

Segundo a directora nacional-adjunta de Saúde Pública, Benigna Matsinhe, as vacinas irão gradualmente chegar a toda a população, entretanto, a prioridade é dada aos grupos que estão na linha da frente, relativamente aos níveis de exposição à covid-19.

“Primeiro é o grupo dos trabalhadores da Saúde, depois vamos criando outros grupos, militares, polícias e por aí em diante, até conseguirmos vacinar toda a população ilegível para a vacina “, frisou.