Ansu Fati passou por uma cirurgia de sucesso após romper o menisco do joelho direito e será baixa por quatro meses, segundo o serviço médico do Barcelona. Por conta de sua juventus, o médico Ramon Cugat, responsável pela operação, optou por saturar o menisco ao invés de removê-lo, o que amplia o tempo de recuperação da joia espanhola.

Dessa forma, o atacante só irá voltar a ficar a disposição do técnico Ronald Koeman em março, quando a Liga dos Campeões estiver em fases mais avançadas. Assim, o comandante holandês pensa na melhor maneira para repor o camisa 22 e tem diversas opções para usar no setor ofensivo, como Dembélé, Trincão, Coutinho e Griezmann.

Além disso, janeiro abre uma nova janela de transferências em que o Barcelona não sabe se poderá atuar por conta da crise financeira. O clube gostaria de tentar a contratação de Memphis Depay, mas o nome de Dembélé é cotado para sair e vestir a camisa do Manchester United.