Um homem no País de Gales foi ao supermercado apenas usando a roupa interior. Justificou ação com facto de governo considerar roupa “bens não essenciais”.

O ato é em forma de protesto contra a medida do governo galês que colocou a roupa na lista de “bens não essenciais”, dificultando a venda destes produtos nos supermercados do país.