O futebolista internacional moçambicano Mexer Sitoe está de saída do Bordéus e deve seguir para um clube da Arábia Saudita.

De acordo com o jornal francês L’Equipe, Mexer entrou na lista dos «indesejados» do Bordéus, ao «não fazer parte dos planos de Jean-Louis Gasset», o técnico dos Girondinos.

O jornal refere que o moçambicano perdeu o seu lugar devido às performances desportivas durante a pré-época, quando Mexer foi colocado em vários jogos de preparação.

 

«Ele está longe da hierarquia dos defesas centrais. Está atrás de Koscielny, Pablo, Baysse e até de Benito», escreve o L’Equipe, que conclui o seu argumento sublinhando que, aos 32 anos de idade, Mexer mantém, todavia, «um contrato com o Bordéus até 2023.»

 

«Beneficia, aliás, de um contrato confortável que o prende ao clube, pelo que será difícil movê-lo», lê-se.

 

Já o portal Girondis 33 garante, por sua vez, que Mexer está a caminho de um clube da Arábia Saudita.

 

Decorridas que estão quatro jornadas da Ligue 1, o central moçambicano ainda não teve a oportunidade de se estrear na prova. Nos primeiros dois jogos, não saiu do banco de suplentes e, nos restantes, ficou na bancada.