Uma jovem de 19 anos foi obrigada a escrever uma carta com cinco páginas a pedir desculpa ao patrão por chegar dez minutos atrasada ao trabalho em Massachusetts, nos Estados Unidos da América, segundo o jornal britânico Daily Star.

No espaço de um ano, esta foi a única vez que a jovem chegou atrasada ao trabalho, mas foi forçada a escrever a carta para manter o emprego.

Madison Hreczuch partilhou a sua história na rede social Facebook. “Algum de vocês já foi obrigado a escrever uma carta a pedir desculpa à gerência por chegar atrasado ou qualquer outra coisa ou o meu chefe é simplesmente louco? A propósito, esta é apenas a página um. Tenho que ter cinco páginas, sem brincadeira”, desabafou a jovem.

Em menos de 24 horas, a publicação da jovem reuniu milhares de comentários de apoio, incentivando-a a procurar outro emprego. “Graças a todos vocês, vou mesmo deixar o emprego”, anunciou posteriormente Madison.