A viatura de um professor de uma das escolas de Inharrime foi roubada duas vezes em apenas um mês, e todas elas pela mesma quadrilha.

A primeira vez foi no início do mês de Dezembro, quando a calada da noite os meliantes fizeram-se na residência da vítima na Vila de Inharrime e roubaram a viatura, que posteriormente foi recuperada pela polícia no distrito de Massinga.

O segundo episódio foi a 30 de Dezembro e aí, a história teve um final trágico. O proprietário da viatura caiu na armadilha da quadrilha e acabou morto à facadas, numa mata em Nhassune no distrito de Panda.

Mas era uma história que estava longe de terminar, pois desta vez a polícia recuperou a viatura em Homoíne onde era vendida em peças.

Parte da quadrilha foi desmantelada e foram detidos o suposto vendedor da viatura, que se encarregou de guardar e proceder à venda, o mecânico responsável por desmontar e o comprador do motor da mesma. Todos os indiciados, negam que tenham conhecimento da origem da viatura.

Esta não é a primeira vez que meliantes matam para roubar viaturas em Inharrime. A população amotinou-se defronte do comando provincial para exigir a cabeça dos supostos assaltantes assassinos.

O País