O livro escolar de distribuição gratuita, da 1ª a 7ª classe, estará disponível nas escolas, em todo o país, até 25 de Janeiro corrente, para permitir que os alunos tenham acesso a este material logo na primeira semana de aulas.

De acordo com o jornal Notícias, a garantia foi dada ao pelo director do Instituto Nacional de Desenvolvimento de Educação (INDE) no Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), Ismael Nheze, que acrescentou que o seu sector adquiriu 18.455.200 livros para o ensino primário, sendo que destes 18.129.600 são livros do aluno, 162.600 manuais do professor e 163.000 guiões do professor.

No ensino primário, os livros da 3ª, 5ª, 6ª e 7ª classes serão entregues aos alunos por empréstimo, devendo ser devolvidos à escola no final do ano. Anualmente, o MINEDH faz uma reposição de 40 por cento destes livros. Os livros usados nestas classes em 2019, segundo Nheze, transitam para o presente ano lectivo.

Nas regiões sul e centro, segundo Nheze, os manuais já estão nos armazéns da empresa Distribuidora Nacional de Material Escolar (DINAME) e poderão ser entregues às escolas ao longo desta semana.

Explicou que os livros não foram alocados directamente às unidades de ensino porque muitas delas, segundo suas palavras, não dispõem de condições de armazenamento, situação agravada pelas chuvas que continuam a cair naquelas áreas.

Segundo o jornal Notícias, a fonte acrescentou que as escolas da cidade e província de Maputo vão receber os livros até quinta-feira (dia 23), devido à facilidade de acesso. As restantes escolas das províncias de Gaza e Inhambane poderão receber o material até o dia 25.

No entanto, na zona norte, tal como indicou Nheze, o material ainda está nos portos, estando em curso o desalfandegamento, operação que se acredita estará concluída dentro de dias.

“Colocámos uma equipa para agilizar o processo de desembaraço do livro, daí que acreditamos que vamos conseguir colocá-lo dentro dos nossos planos. Logo na primeira semana do arranque das aulas, todos os alunos devem receber o livro de distribuição gratuita”, disse.