António Pinto, ex-presidente do Conselho Executivo das Linhas Áreas de Moçambique (LAM), foi detido por ordens do juiz da 7ª Secção Criminal do Tribunal Judicial da Cidade.

No mesmo processo de querela nº 58/2019/7ª-B, o magistrado judicial ordenou igualmente a detenção de Hélder Júlio da Silva
Fumo e Sheila Temporário.

No entanto, são escassas as informações sobre os motivos que levaram a detenção destes três arguidos, havendo indicações de
que as mesmas estão relacionadas com gestão danosa na LAM no tempo em que eram dirigentes.

Jornal Notícias