O Presidente da Renamo, Ossufo Momade, denunciou no domingo, a existência de membros da Frelimo que estão a inviabilizar a sua campanha eleitoral em alguns pontos do país.

A denúncia foi feita na vila autárquica de Milange, província da Zambézia, onde se encontra em trabalho de caça ao voto.

Segundo Momade, a situação registou-se na vila sede distrital de Nicoadala e, neste domingo a situação ocorreu na vila autárquica de Milange.

O líder da perdiz disse que a situação compromete os acordos de paz e de reconciliação nacional assinados recentemente em Maputo entre ele e o Presidente da República, Filipe Nyusi.

“Vou contactar pessoalmente Filipe Nyusi sobre este assunto, porque não faz sentido que estejam a inviabilizar a nossa campanha porque um grupo da Frelimo não respeita o estado de direito democrático” frisou.

Ainda assim Ossufo Momade diz que não vai recuar e vai trabalhar comprometido com a paz.

O País