Os receios de um surto crescente de Ébola aumentam no Uganda, depois da morte de uma segunda vítima da doença.

A vítima é a avó de um menino de cinco anos que tinha falecido também com Ébola. Segundo as autoridades de saúde do país, há mais duas pessoas em isolamento, um menino de três anos – irmão do que já faleceu – e um homem de 23 anos.

A ministra da Saúde do Uganda, Ruth Jane Aceng, refere: “Temos mais de 2000 casos confirmados, por isso, a probabilidade de outros casos virem da República Democrática do Congo para o Uganda é muito alta. Para além dos casos que já temos no país, muitos outros casos podem vir”.

Esta epidemia de Ébola começou em Agosto do ano passado, na República Democrática do Congo. Foram já registados 2062 casos, que levaram à morte de 1390 pessoas.

Estes casos no Uganda são a prova de que a doença está a propagar-se para os países vizinhos. Segundo a OMS, os níveis de risco de contágio nacionais e regionais permanecem muito altos e outros surtos podem surgir

Euronews