Pelo menos 50 pessoas morreram e 280 pessoas ficaram feridas na sequência de explosões que ocorreram em três igrejas e três hotéis, no Sri Lanka. As vítimas são fiéis que se encontravam a celebrar a Páscoa e hóspedes das unidades hoteleiras, avança a Sky News.

Uma fonte policial referiu que os agentes tinham como objetivo retirar as vítimas do local. “Oitenta pessoas foram já admitidas e estão mais a caminho”, disse fonte hospitalar à AFP.

As explosões ocorreram “quase em simultâneo”, pelas 08h45 (03h15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais.

A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões, em três hotéis de luxo e numa igreja. Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra ao leste do país em Batticaloa.

O ataque, que parece ter sido coordenado, ainda não foi reivindicado, mas um responsável de segurança do país referiu que se suspeita terem sido levados a cabo por bombistas suicidas.

“Por favor, permaneçam calmos e dentro de vossas casas. Há muitas vítimas, incluindo estrangeiros”, escreveu no Twitter o ministro para as Reformas Económicas e Distribuição Pública do país, Harsha de Silva.

Notícias ao Minuto