Um cidadão identificado como Carlos Camurdine foi sequestrado a saída do seu estabelecimento, na noite de quarta-feira, na cidade de Maputo.

Segundo o Jornal O País, tudo aconteceu por volta das 18:20 minutos, quando este, acompanhado de um agente da Polícia, foi arrastado por dois indivíduos que se faziam transportar numa viatura cinzenta de marca Toyota “Escova”.

Os sequestradores dispararam dois tiros ao ar, como forma de chamar atenção que se tratava de um sequestro. Testemunhas no local contam que foi tudo muito rápido.

De acordo com testemunhas citadas pelo Jornal O País, tudo aconteceu muito rápido em menos de dois minutos, e de seguida o carro acelerou em direcção a Avenida 10 de Novembro.

A PRM fez-se ao local cerca de 20 minutos depois em busca de informação que pode ajudar nas investigações.

Folha de Maputo