Um profeta foi detido no distrito de Vanduzi, em Manica, indiciado de ter violado sexualmente uma menor de treze anos. A contas com a Polícia, o indiciado diz que o acto sexual era parte de um ritual visando tratar problemas genitais na menor.

O homem diz ter 26 anos de idade e foi aos quinze que começou a profetizar. Há dias decidiu trocar a bíblia pelo mundo do crime, quando foi convidado pela família da menor para uma sessão de tratamento, tendo o profeta sugerido que o mesmo fosse feito no quarto daquela e sem a presença dos pais. Foi aí onde tudo aconteceu, até parar nas celas do comando distrital de Vanduzi.

“Ele disse que ia me fazer massagem e depois iria orar por mim, pôs-me uma pomada fez a massagem depois dormiu comigo”, disse a menor.

Para o profeta, o acto sexual era um simples tratamento. “Fiz oração na pomada e disse a ela que essa pomada é para esfregar para ela não sentir mais comichão”.

Perante a situação, a Polícia chama atenção aos pais no sentido de não deixarem seus filhos com indivíduos estranhos.

O País