O motorista do camião cisterna morreu carbonizado, na tarde do último sábado, enquanto conduzia um camião que continha cerca de 30 mil litros de óleo de motor já usado.

A vítima ainda não foi identificada. E de acordo com a polícia, o camionista em causa seguia no sentido Beira-Maputo. Depois de ter passado o centro da cidade de Dondo e antes de chegar no controlo, vulgarmente conhecido por balança, na sua faixa mas no sentido contrário seguia uma viatura ligeira. Na tentativa de evitar o embate frontal, fez um desvio para o seu lado direito. Dada a velocidade derrubou três postes de transporte de energia. A polícia acredita que o automobilista do camião perdeu o controlo da viatura e capotou.

Algumas testemunhas tentaram socorrer o mesmo, mas, segundos depois o camião começou a arder.

Os bombeiros foram solicitados mas não conseguiram evitar a morte do motorista e danificação do camião.

O País