Um homem roubou o cadáver da sogra de uma funerária alegando que se tratou de um resgate “necessário e urgente”.

Contratou uma equipa para retirar a urna da Butterfly Funeral Services, em Rochester, Inglaterra, depois de tentar contactar em vão a dona da funerária.

“Não tive alternativa”, disse: “Passei dois dias na polícia a tentar localizar a dona, mas sem resultado”. Fez tudo em segredo, diz, para não perturbar a esposa num momento de dor e luto.

CM