Elsie tinha 18 meses e morreu devido a “ferimentos violentos na cabeça após meses de abuso”, avança a BBC. A criança viria a falecer no Hospital Universitário de Gales em Maio do ano passado.

O presumível autor do crime é Matthew Scully-Hicks, de 31 anos, que nega, no entanto, o homicídio.

Elsie tinha apenas alguns dias de vida quando ficou aos cuidados da entidade responsável do Vale of Glamorgan Council. E, com 10 meses, foi adoptada por Matthew Scully-Hicks e o marido Craig. Estávamos em Dezembro de 2015.

O processo de adopção demorou oito meses até estar concluído e, duas semanas depois, a pequena Elsie perdeu a vida.

Um porta-voz do tribunal Vale of Glamorgan, Paul Lewis, afirmou que o réu “infligiu ferimentos fatais sobre a criança e já não era a primeira vez que ele usava violência contra ela, causando-lhe ferimentos sérios”.

Para as autoridades, as acções da tarde de 25 de maio foram apenas “o culminar de um período de conduta violenta perante uma criança indefesa – uma bebé que ele deveria ter amado e protegido. Em vez disso, atacou-a e assassinou-a”.

Em tribunal, os responsáveis médicos declararam que Elsie tinha sofrido hemorragias cerebrais, tendo acabado por desligar o ventilador. Os relatórios clínicos evidenciam ainda que a criança tinha as costelas partidas, além do fémur esquerdo e do crânio fracturados.

Acredita-se que os ataques à criança eram infligidos enquanto o marido de Matthew trabalhava. O tribunal divulgou ainda que, em Novembro de 2015, dois meses depois de ter sido levada para casa pelo casal, Elsie fracturou o tornozelo. Um mês depois, sofreu uma contusão na testa.

Para além disso, em Janeiro, a criança sofreu outro hematoma na cabeça e em Março foi ainda levada para o hospital, depois de Matthew Scully-Hicks ter afirmado que a criança tinha caído da escada.

Alguns amigos do casal mostraram às autoridades mensagens enviadas por Matthew. Uma delas mencionava que o presumível autor do crime estava a “passar por um inferno por causa da Elsie. As refeições e as horas de dormir são o meu maior pesadelo neste momento”. Outra das mensagens dizia mesmo que Elsie “era uma psicopata”.

Notícias ao Minuto

Advertisements

COMENTE PELO FACEBOOK