A polícia da Malásia confirmou a existência de 139 valas comuns e 28 campos de tráfico humano, que acredita-se ser resultado da imigração de pessoas vindo de países como Birmânia, Bangladesh entre outros países.

Segundo o ministro do Interior da Malásia, Zahid Hamidi as valas comuns encontradas estão próximas dos campos criados pelos traficantes de seres humanos. Acredita-se que a migração massiva de indivíduos, seja resultado da procura de melhores condições de vida.

De referir, que segundo as estatísticas do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) no primeiro trimestre do ano corrente cerca de 25 mil pessoas migraram para Malásia.