França opôs-se ao programa da Comissão da União Europeia que propõe uma angariação de cotas para apoiar os imigrantes ilegais do Mar Mediterrâneo.

O programa foi desenvolvido por Jean-Claude Juncker presidente da Comissão, e tem como objectivo ajudar os imigrantes clandestinos que atravessam frequentemente o mar Mediterrâneo. O projecto possui também entre outras medidas, a destruição dos barcos precários usados frequentemente pelos embarcantes.

De referir, que embora alguns especialistas afirmem que este projecto não terá sucessos, o programa será votado no próximo dia 30 de Junho pelo bloco europeu, depois de discutido pelos ministros do Interior.