Desporto Futebol uma modalidade de paixões

Futebol uma modalidade de paixões

Receba vagas no seu WhatsApp

Siga o nosso canal do WhatsApp para receber vagas no status do WhatsApp.

Clique aqui para seguir

Viveu-se na tarde do último sábado, num ambiente efervescente, um momento ímpar e emocionante na vila municipal de Vilankulo, província de Inhambane, o nono festival do Moçambola, que serviu de testemunho para o arranque oficial da maior prova futebolística do país, o Moçambola-2015.

Pessoas oriundas de diferentes pontos da região sul do país, desde governantes, desportistas, músicos e adeptos, deslocaram-se ao Estádio Municipal para “in loco” testemunhar o momento sublime do arranque da prova.

Pertenceu ao quarteto composto pelo presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), o Presidente do Município de Vilankulo e do Ministro da Juventude e Desportos o pontapé de saída, num acto bastante aplaudido.

Todos foram unânimes em referir que a prova deve produzir um campeão que tenha sido o melhor de toda a competição e que, acima de tudo, prevaleça o “fair play”.

Na ocasião, o ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, desejou que todos os intervenientes façam do futebol uma modalidade de paixões que aglutina todos os moçambicanos e que promova o mosaico cultural moçambicano.

“O futebol é um movimento de paixões; aproxima e une as pessoas e os moçambicanos se revêm no nosso futebol, a marca nacional, daí que o nosso apelo seja que cada uma das equipas atinja os seus objectivos. Sabemos que nem todos podem ser campeões na mesma época, mas que saia um justo campeão, que durante a prova mostrou a regularidade necessária”, disse Nkutumula em declarações ao jornal Desafio.

Ganhe 1000MT hoje no Aviator. Comece com 10MT.