O embaixador dos Estados Unidos da América, Mark Lippert, ficou ferido na manhã desta quinta-feira (05), após ter sido atacado por um homem de 55 anos, identificado pelo seu sobrenome Kim.

O homem usou uma lâmina para cortar o pulso e rosto do embaixador quando este chegava para dar uma conferência no centro de Seul, alegando ser contra as manobras conjuntas que Washington e Seul começaram a realizar esta semana no território sul-coreano, informou a agência de notícias de “Yonhap”.

Segundo aquela imprensa, o embaixador não sofreu nenhum corte profundo, pelo que não corre risco de vida.

Por seu turno, os Estados Unidos condenaram o ataque ao seu embaixador na Coreia do Sul “condenamos categoricamente este acto de violência. O embaixador recebe tratamento num hospital local, mas não se teme por sua vida”, informou o Departamento de Estado dos EUA em comunicado.

O agressor que já havia sido condenado por atirar um pedaço de cimento no embaixador do Japão em Seul, de acordo com a agência Yonhap, foi detido imediatamente.