O médio ofensivo do Bayern de Munique, Franck Ribery, admitiu esta quinta-feira, em entrevista ao diário Bild, a possibilidade de vir a adquirir nacionalidade alemã.

Depois de, em Agosto de 2014, ter abdicado de representar a selecção francesa de futebol por “motivos pessoais”, o jogador admitiu agora vir a adquirir a nacionalidade alemã, depois de sete anos ao serviço do Bayern de Munique.

Na Alemanha, os cidadãos provenientes de um país da União Europeia que estejam a viver em território germânico há, pelo menos, oito anos, podem pedir a nacionalidade alemã.

“Porque não? Consigo imaginar-me em Munique até ao fim da minha carreira. Eu tenho uma boa sensação da Alemanha”, revelou Ribery, garantindo que se sente “muito bem” na Alemanha e, caso decida mesmo adquirir a nacionalidade germânica, será “pela família e pelo futuro”.

“Comprei uma bela casa, assimilei a mentalidade alemã e gosto disso. O meu filho nasceu na Alemanha e, quem sabe, poderá mesmo jogar um dia pela selecção deste país”, acrescentou.

Caso o antigo internacional francês mude mesmo a sua nacionalidade, terá de fazer um exame do domínio da língua alemã e responder a um questionário geral sobre as instituições e o funcionamento da democracia naquele país.