Rosário Fernandes, Presidente da AT

A Autoridade Tributária de Moçambique (AT) anunciou ter arrecadado, em 2014, receitas fiscais de pouco mais de 3.8 mil milhões de euros, ultrapassando a meta de 3.5 mil milhões de euros estabelecida pelo Governo.

“Até as 12.00 horas de 30 de Dezembro, as receitas fiscais globais à escala nacional e transmitidas à Conta Única de Tesouro alcançaram a cifra de pouco mais de 3.8 mil milhões de euros”, disse Rosário Fernandes, presidente da AT, acrescentado ainda que “o volume de receitas alcançadas ultrapassa 27% do rácio entre receitas e o Produto Interno Bruto, um nível que consolida a convergência de Moçambique ao rácio fiscal dos países das Comunidades para Desenvolvimento da África Austral”.

Rosário Fernandes sublinhou ainda que “o número de potenciais contribuintes fiscais em Moçambique aumentou 3.8% para cerca de 3.3 milhões” contra 2.6 milhões em 2013.

Ainda segundo o presidente da AT, “em 2015 o fisco vai intensificar o combate à evasão fiscal, contrabando, contrafacção e ilícitos fiscais camuflados das demonstrações financeiras”.