Mais de 70 milhões de dólares anuais é o valor que a exportação de banana produzida em Moçambique rende para a economia no país, segundo avançou o vice-presidente da Confederação das Associações Económicas (CTA), António Gomes, citado pelo semanário Domingo.

Gomes adianta que o preço de venda na África do Sul aumentou devido aos esforços para a produção de banana de qualidade, o que constituiu um prémio para as empresas e para a economia de Moçambique.

Actualmente, as empresas produtoras de banana exportam uma média semanal de 80 camiões refrigerados, fretados na África do Sul, que transportam o produto para o mercado sul-africano, acima de duas mil toneladas semanais ou mais de 100 mil toneladas anuais.

A título de exemplo, o responsável apontou a Belúzi Bananas, empresa localizada em Boane, província de Maputo, que tem como meta de exportação para o presente ano cerca de 1,2 milhões de caixas de banana para a África do Sul, o que representa 10 milhões de dólares.

Para além da Belúzi Bananas, o país conta com a Matanuska Moçambique, uma empresa localizada na região de Monapo, na provícia de Nampula, que exporta a fruta para países da Europa, África e Ásia, como Kuwait, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Iraque.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), Moçambique encontra-se em terceiro lugar da lista dos principais produtores de banana em África, perdendo apenas para a Costa do Marfim e Camarões e superando o Gana.