Comunidade hindú distancia-se das manifestações dos Muçulmanos
A Comunidade Hindú convocou, no fim da tarde de ontem, em Maputo, uma conferência de imprensa para anunciar que não irá encerrar as actividades laborais, económicas e sociais previstas para hoje, nem aderir às manifestações programadas para o próximo sábado, sem que tenham sido autorizadas pelo Governo.

De acordo com o presidente da Comunidade Hindú em Moçambique, Naguindas Manmohandas, a sua comunidade irá abrir os centros comerciais para as suas actividades normais hoje, afastando-se, deste modo, do posicionamento dos líderes muçulmanos de Maputo.

“Considerando que não podemos tomar decisões precipitadas que não estejam dentro da legalidade, a Assembleia Geral da Comunidade Hindú decidiu-se pela não adesão ao encerramento das actividades económicas, de serviços, entre outras, anunciadas para o dia 27 de Agosto de 2012 (hoje)”, disse Naguindas Manmohandas, que admitiu a possibilidade de participar nas manifestações, desde que sejam devidamente autorizadas e pacíficas.