Complicações durante parto angustiam Massangena
Seis mulheres perderam os seus bebés, no primeiro semestre deste ano, por causa de complicações durante o  parto no distrito de Massangena, porque aquele ponto de Gaza não tem condições clínicas à altura de responder a casos considerados difíceis.

A solução tem sido a transferência das mães para o Hospital Rural do Chókwè, que dista há aproximadamente quatrocentos quilómetros, numa estrada degradada, o que concorre para que os bebés e ou as mães morram, ao longo do percurso, noticiou a Rádio Moçambique. O administrador de Massangena, Virgílio Pande, diz que a situação é preocupante, dado que cada transferência custa ao Governo cerca de vinte mil meticais, despesa que deveria ser evitada, aplicando-se o valor na construção de um bloco operatório naquele centro de saúde do tipo um.