Destaque Mais de 500 mil pessoas enfrentam desespero por comida em Gaza

Mais de 500 mil pessoas enfrentam desespero por comida em Gaza

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Aproximadamente um quarto da população de Gaza está em risco iminente de fome, alerta a ONU, evidenciando níveis alarmantes de insegurança alimentar que se agravam dia após dia.

O diretor-executivo adjunto do Programa Alimentar Mundial descreve a situação como “catastrófica”, destacando que Gaza enfrenta o pior índice de desnutrição infantil em todo o mundo.

A ONU havia previamente alertado que a ajuda humanitária fornecida a Gaza só seria suficiente para alimentar a população até fevereiro. Desde 23 de janeiro, nenhuma organização humanitária conseguiu entregar assistência à região.

No norte, uma em cada seis crianças com menos de dois anos sofre de desnutrição aguda, e praticamente toda a população de 2,3 milhões de habitantes do enclave depende de ajuda alimentar. Na semana passada, um bebé morreu de fome. A situação de desespero levou, por vezes, ao saque de camiões de ajuda humanitária.

Diante das dificuldades em prestar assistência à população palestiniana, o Egito optou por fornecer ajuda por via aérea, lançando 10 toneladas de bens na parte norte da Faixa de Gaza.