Destaque Secretário de Estado do Niassa admite movimento de insurgentes na província

Secretário de Estado do Niassa admite movimento de insurgentes na província

O secretário de Estado no Niassa, Dinis Vilanculo, diz haver movimentações estranhas em alguns distritos daquela província, que podem ser de terroristas que fogem da vizinha província de Cabo Delgado, escreve a VOA.

Vilanculo, que falava no encontro do Conselho dos Serviços de Representação do Estado, afirmou que tais movimentações registam-se em pelo menos seis distritos do Niassa, incluindo Mecula, que nos últimos tempos tem sido alvo de ataques jihadistas, um dos quais, segundo a imprensa, foi a 29 de Novembro findo.

“Estamos preocupados com isso; temos que reforçar a vigilância, porque podem ser terroristas que vêm da província de Cabo Delgado”, afirmou aquele responsável.

Refira-se que o Conselho da União Europeia (UE) adoptou quinta-feira, 1, medidas de assistência militar, incluindo uma verba de 20 milhões, para a força de defesa ruandesa deslocada em Moçambique.

A verba destina-se a comparticipar a aquisição de equipamento e a cobrir custos com a manutenção de vias aéreas estratégicas para apoiar a deslocação ruandesa em Cabo Delgado.