Destaque Renamo quer formar coligação de oposição para enfrentar a Frelimo nas eleições

Renamo quer formar coligação de oposição para enfrentar a Frelimo nas eleições

A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), o maior partido da oposição em Moçambique, e partidos extra-parlamentares manifestaram “muita vontade” de se coligarem no próximo ciclo eleitoral, anunciando os preparativos para o estudo da viabilidade de um acordo.

O projeto surgiu durante uma reunião realizada na terça-feira em Maputo, entre a Renamo e os partidos extra- parlamentares, disse aos jornalistas Albino Forquilha, porta-voz do referido encontro. Segundo Forquilha, uma comissão técnica constituída por sete pessoas será criada para “analisar e arquitetar a ideia”. Os resultados desse trabalho vão ser analisados pelos presidentes dos partidos envolvidos na iniciativa, acrescentou.

“Em função disso, vamos ver quantas mais reuniões [serão necessárias] e o que vai ser feito até chegarmos ao ponto que se pretende”, referiu Albino Forquilha.

A acontecer tal coligação, não seria inédita, porque a Renamo já participou em eleições gerais no passado coligado com outros partidos, tendo conseguido conquistar assentos na Assembleia da República, mas nunca ganhou a maioria parlamentar.

Moçambique tem eleições autárquicas marcadas para 2023 e eleições gerais em 2024.