Destaque Nyusi é candidato único à presidência da FRELIMO

Nyusi é candidato único à presidência da FRELIMO

A Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) anunciou esta quarta-feira (21.09) que Filipe Nyusi será “o candidato” a um terceiro mandato como líder do partido, não havendo mais nenhum concorrente.

“Em relação ao candidato a presidente do partido, posso dizer, seguramente, que o candidato é Filipe Jacinto Nyusi, membro querido dos membros da sexagenária FRELIMO”, disse o secretário-geral Roque Silva.

O décimo segundo congresso da Frelimo vai decorrer na escola central do partido, entre os dias 23 e 28 de Setembro. O evento deverá contar com 2000 participantes, incluindo partidos políticos convidados e organizações estrangeiras.

Além de eleger o presidente do partido para os próximos cinco anos, o congresso deverá reflectir sobre a possível revisão dos estatutos e definir o programa do partido para o próximo quinquénio, segundo explicou Roque Silva.

“A agenda fundamental tem a ver com a aprovação de instrumentos que vão orientar o partido nos próximos 5 anos, nomeadamente, revisão dos estatutos do partido de modo a adequá-los a alguma dinâmica actual; vamos analisar e aprovar o programa do partido para os próximos 5 anos; vamos analisar e aprovar, a nível do partido, uma nova componente que, em programas anteriores ou mesmo nos estatutos anteriores, não era muito prática, que é a introdução de algumas inovações que nos vão permitir valorizar aqueles que representam o património histórico da Frelimo por terem sido os obreiros da construção da nossa Frelimo”, elucidou.

“O congresso vai centrar as suas atenções nas eleições internas. Quando falamos de eleições internas, estamos a falar da eleição de um novo comité central, que depois terá a responsabilidade de eleger um secretário-geral, o novo secretariado do comité central e o novo comité de verificação. Esse exercício será antecedido, naturalmente, pela aprovação do regimento, que é o instrumento que vai orientar os procedimentos que vão compreender o congresso”, explicou o secretário-geral da Frelimo, que garantiu que está tudo a postos para o arranque do congresso e que, ainda esta quarta-feira, se fez o ponto de situação das infra-estruturas que vão acolher o evento e constatou-se que tudo está como previsto.

Roque Silva, que é também o chefe do gabinete central de preparação do décimo segundo congresso, disse que não consta da agenda da reunião o debate em torno do perfil do próximo candidato a Presidente da República para as eleições gerais de 2024.