Destaque Papa emérito Bento XVI foi acusado de indiferença face a casos de...

Papa emérito Bento XVI foi acusado de indiferença face a casos de abuso sexual na Alemanha

Um relatório sobre alegados abusos sexuais no arcebispado alemão de Munique acusa Bento XVI, então arcebispo daquela arquidiocese e atual Papa emérito, de inércia em pelo menos quatro casos conhecidos que ocorreram sob a sua hierarquia.O documento, encomendado pelo arcebispado a uma equipa de advogados e apresentado, regista que Joseph Ratzinger não agiu quando devia para impedir os casos apontados, acusações que o Papa emérito tem refutado “contundentemente”.

O relatório contempla centenas de casos de abuso sexual ocorridos dentro da Igreja Católica alemã, incluindo naquela arquidiocese onde Ratzinger foi arcebispo entre 1977 e 1982, desde o período pós-guerra até praticamente ao presente.

SOURCECM
Previous articleJustiça dos EUA acusou autoridades de Belarus por fraude na prisão de jornalista após desvio de avião
Next articleUE repatriou 5.000 migrantes ilegais resgatados em fronteiras