Início Internacional Rede de Direitos Humanos pediu responsabilização de polícias que deteram ativistas

Rede de Direitos Humanos pediu responsabilização de polícias que deteram ativistas

Rede Moçambicana de Defensores de Direitos Humanos pediu na quarta-feira (08.12) a responsabilização dos agentes que detiveram ativistas que pretendiam manifestar-se em Maputo. A RMDDH considera a atitude “vergonhosa”.

Numa nota enviada à comunicação social, na quarta-feira (08.12), a Rede Moçambicana de Defensores de Direitos Humanos (RMDDH) fez saber que “condena veementemente a atitude da Polícia da República de Moçambique (PRM) e exige responsabilização de todos os agentes envolvidos no caso”, referiu a rede numa nota enviada hoje à comunicação social.

Para a organização, a atuação da polícia é “vergonhosa e representa um perigo para o Estado de direito democrático”.

Duas dezenas de ativistas moçambicanas anunciaram esta terça-feira (07.12) a intenção de apresentar uma queixa-crime contra agentes da polícia, alegando que foram impedidas de se manifestar pelo fim da violência contra as mulheres em Maputo, segundo disse Quitéria Guirrengane, diretora executiva do Observatório das Mulheres, uma representante do grupo.

FONTEDW
Artigo anteriorAtletas moçambicanos conquistaram 22 medalhas nos Jogos da Juventude de África
Próximo artigoVagas de emprego do dia 09 de Dezembro de 2021