Início Sociedade Justiça Armando Guebuza já não será ouvido como declarante sobre as dívidas ocultas

Armando Guebuza já não será ouvido como declarante sobre as dívidas ocultas

Para analista, a retirada do antigo Presidente de Moçambique da lista de declarantes do caso levanta algumas suspeitas. Juiz do Tribunal de Maputo justifica que não há indícios de recebimento de dinheiro da Privinvest.

O antigo Presidente de Moçambique Armando Guebuza já não será ouvido pelo Tribunal Judicial da Cidade de Maputo como declarante, como estava previsto para o início de dezembro.

Alguns círculos políticos de Moçambique indicam que o ex-chefe de Estado devia ser constituído arguido neste processo pelo seu alegado papel na contratação das dívidas ocultas.

Entretanto, o juiz da causa, Efigênio Batista, lembrou a 30 de setembro que as contas de Guebuza e sua família foram rastreadas e não houve nenhum indício de recebimento de dinheiro do grupo Privinvest.

Por isso mesmo que o politólogo Dércio Alfazema, do Instituto para a Democracia Multipartidária (IMD), considera que a retirada de Guebuza da lista de declarantes pode levantar suspeitas.

FONTEDW
Artigo anteriorLionel Messi conquistou a sétima Bola de Ouro
Próximo artigoChina prometeu doar mil milhões de doses de vacinas à África