Início Sociedade Rapto de Basit Gani gera repúdio em Maputo

Rapto de Basit Gani gera repúdio em Maputo

Os crimes de rapto ou sequestro ganharam uma nova dimensão está quarta—feira com o rapto de Basit Gani um médico por todos adorado, uma pessoa simples e que não tem negócios para além da sua actividade profissional.
A Associação Médica de Moçambique emitiu imediatamente uma carta de repúdio o mesmo acontecendo com as várias entidades a que Basit está ligado.

São inúmeras as vozes de todos os cantos da sociedade, a maioria que já foram atendidos medicamente por Basit que tem mostrado a sua revolta com o caso.

Vogal da CNE nas últimas eleições, Basit é visto pela sua geração como alguém de dimensão humana superior e um verdadeiro amigo dos seus amigos, uma pessoa isenta e de fácil trato, alguém a quem pudemos chamar de cidadão exemplar.

Fontes contactadas pelo nosso jornal apontam para uma perseguição racial como uma explicação para este tipo de crime e que está a criar pânico junto a este grupo, a esta comunidade uma vez que depois de um período de relativa acalmia, há o temor de voltarem a acontecer em catadupa estes tipos de crime uma vez que aconteceram dois no mesmo dia.

A este título o Presidente da República Filipe Nyusi mostrou-se em declarações proferidas em Maulana ontem, muito preocupado com estes eventos dias após ter efetuado mexidas nas forças de Defesa e Segurança.

 

FONTEFolha de Maputo
Artigo anteriorOMS recomenda a utilização da vacina contra a malária por crianças africanas
Próximo artigoPelo menos 14 pessoas morreram por consumo de álcool adulterado na Rússia