Início Sociedade INE revelou que desnutrição crónica afeta 38% das crianças em Moçambique

INE revelou que desnutrição crónica afeta 38% das crianças em Moçambique

A desnutrição crónica continua a afetar 38% das crianças menores de cinco anos em Moçambique, de acordo com o mais recente inquérito do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No suplemento sobre nutrição do Inquérito sobre Orçamento Familiar 2019/20 revela-se ainda que em 16,5% dos casos, a desnutrição é muito grave.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), citados no documento, os níveis observados são classificados como “muito altos”.

A desnutrição crónica resulta da falta de alimentos adequados, retarda o crescimento e o desenvolvimento das crianças e aumento o risco de mortalidade infantil – em termos gerais, é um marcador de desigualdades no desenvolvimento humano.

Houve sobretudo uma redução para quase metade da prevalência em crianças menores de seis meses e houve também uma queda da desnutrição crónica no sul do país.

No inquérito indica-se que a desnutrição crónica ocorre em níveis “muito altos” em crianças maiores de 12 meses de idade e afeta mais “as crianças do sexo masculino”.

FONTECM
Artigo anteriorHá protesto nacional contra o aumento no preço dos combustíveis no Equador
Próximo artigoPrincesa japonesa abandonou família imperial para se casar com plebeu