Início Destaque Trabalhador de bomba de gasolina foi morto após discussão por uso de...

Trabalhador de bomba de gasolina foi morto após discussão por uso de máscara na Alemanha

Suspeito foi detido pela polícia e disse que agiu “sem raiva” ao atirar num funcionário de uma bomba de gasolina. Crime chocou a cidade de Idar-Oberstein, no oeste da Alemanha. País enfrenta campanha negacionista.

A polícia na Alemanha informou que um homem de 49 anos foi preso por suspeita do assassinato a tiros de um funcionário de uma bomba de gasolina na sequência de uma discussão sobre máscaras faciais. O crime ocorreu na cidade de Idar-Oberstein, no estado da Renânia-Palatinado.

As autoridades policiais informaram na noite da segunda-feira (20.09) que o suspeito disse aos agentes que agiu “sem raiva” depois de ter ido a uma bomba de gasolina no sábado para comprar cerveja e o funcionário de 20 anos pediu-lhe que pusesse uma máscara.

De acordo com a polícia, o suspeito deixou inicialmente a bomba de gasolina, mas voltou meia hora depois com uma máscara e disparou na cabeça do funcionário.

O suspeito, um cidadão alemão que não foi identificado pelo nome em conformidade com as leis de privacidade, inicialmente fugiu do local, mas entregou-se à polícia no domingo (19.09) de manhã.

Tem havido protestos regulares, alguns violentos, contra as restrições à pandemia na Alemanha. Uma força motriz por detrás dos protestos é o movimento de “Querdenken” – que inclui pessoas que se opõem às máscaras e vacinas, adeptos de teorias da conspiração e alguns integrantes da extrema direita.

FONTEDW
Artigo anteriorJuíza-presidente do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo desfiou juízes a combater criminalidade urbana
Próximo artigoMulher encontrou dedo humano em hambúrguer num restaurante na Bolívia