Início Internacional Africa Caçador furtivo moçambicano foi condenado a 23 anos de prisão na RSA

Caçador furtivo moçambicano foi condenado a 23 anos de prisão na RSA

A justiça sul-africana condenou, há dias, um cidadão moçambicano a 23 anos de prisão efectiva por prática da caça furtiva naquele território da África Austral.

Trata-se de Alsony Alberto Valoyi, de 50 anos de idade, detido em Maio de 2016, no interior do Parque Nacional de Kruger na posse de seis cornos de rinoceronte.

Valoyi foi condenado pelo Tribunal Regional de Skukuza, da província de Mpumalanga. Para além da posse de cornos de rinoceronte, o moçambicano foi condenado pelos crimes de invasão de propriedade, imigração ilegal, posse ilegal de arma de fogo com intenção de cometer um crime e posse de munição não licenciada.

Referir que, aquando da sua detenção, Alsony Alberto Valoyi estava na companhia de um cidadão sul-africano, de nome Siyabonga Freedom Ndlovu, que será julgado no próximo mês de Setembro, a pedido do Ministério Público sul-africano.

FONTEFolha de Maputo
Artigo anteriorTribunal Judicial decidiu inocentar edil de Quelimane
Próximo artigoAutoridades evacuaram prisioneiros devido a invasão de ratos na Austrália